quarta-feira, 11 de junho de 2014

Era 'brincadeira', diz Lula sobre críticas à política econômica de Dilma





Com os aparelhos de ar-condicionado desligados, o local está bastante abafado, mas, ainda sim, cerca de cem profissionais permanecem no plenário. Durante o período de almoço, foi proibida a entrada de alimentos e bebidas no recinto. O coordenador conta que os professores temem que o episódio se repita durante o período noturno. A ocupação ocorreu durante a sessão plenária desta terça-feira logo após ser rejeitado pelos vereadores o pedido de abertura de comissão processante para analisar o impeachment do prefeito Paulo Garcia (PT). Na manhã desta quarta-feira (11), os professores irão decidir em assembleia os rumos da ocupação e do movimento grevista.
Sem água e energia, professores permanecem no plenário da Câmara de Goiânia | Jornal Opção

Servidores da Saúde de Goiânia entram em greve: A principal reivindicação é o pagamento integral da data-base de 2014 ainda neste ano. Outras questões debatidas foram a segurança nas unidades de saúde, o pagamento do adicional de insalubridade, o cumprimento das deliberações da mesa de negociação, e a publicação do decreto de mudança de vínculo celetista para estatutário dos agentes comunitários de saudade e de combate às doenças endemias.
Trabalhadores municipais da Saúde de Goiânia deflagram greve | Jornal Opção

Paulo Garcia (PT) chamou de “tentativa de golpe” o protocolo que pretendia instalar a comissão processante para analisar o pedido de impeachment de seu mandato, rejeitado na Câmara de Vereadores nesta terça-feira (10/6). A situação gerou uma indignação “quase que insuperável” para ele por conta da irresponsabilidade, segundo falou durante pronunciamento manhã desta quarta-feira (11/6), no sexto andar do Paço Municipal. 
Paulo Garcia: impeachment foi tentativa de golpe e professores não têm o que reivindicar | Jornal Opção

Padre César relata que esteve no local como amigo dos arquitetos, e não como representante da Igreja Católica. Ele disse que, inclusive, não utilizava batina e estava vestido como uma pessoa comum. "Eles não pediram sacramento, não pediram nada disso, pediram uma oração", afirma. O padre relata ter rezado o Salmo 83 da Bíblia e feito um discurso sobre "a grandeza do amor e o respeito às pessoas".

Conforme as investigações, o ex-diretor da Petrobras ajudou empresas de fachada mantidas pelo doleiro Alberto Youssef a fechar contratos com a Petrobras, incluindo obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Nessa operação, a PF estima que foram desviados R$ 400 milhões da obra, considerada superfaturada pelo Tribunal de Contas da União. A informação foi confirmada por fontes ligadas à investigação. Procurada, a defesa de Paulo Roberto ainda não se pronunciou sobre o bloqueio. A Justiça Federal do Paraná, responsável pelo inquérito da Lava Jato, afirmou que não vai se pronunciar sobre o pedido do Ministério Público da Suíça.

Depois de Barbosa ter anunciado o início do julgamento de ações sobre mudança nas bancadas dos estados na Câmara, o advogado Luiz Fernando Pacheco foi à tribuna e pediu autorização para falar. Pacheco não estava inscrito para falar, mas ele subiu à tribuna mesmo assim. O advogado reivindicou que fosse colocado na pauta desta quarta recurso de Genoino que pede para sair do presídio da Papuda e voltar para a prisão domiciliar. Nesta segunda (10), a defesa já tinha pedido que o caso fosse analisado com "urgência" em razão da suposta piora do estado de saúde do ex-deputado.


Seguidores

Pesquisar este blog

Arquivo do blog